Lui / Conceito Criativo

Por @netoangelrp

O marketing de conteúdo é uma arte e uma ciência, não é algo que uma empresa pode (ou deve) se envolver de forma acidental. O marketing de conteúdo pinta um retrato de sua empresa - mostra quem você é, o que faz e o que representa. O bom marketing de conteúdo permite que uma marca brilhe, mesmo quando descuidos infelizes ameaçam a integridade de toda a organização.

Para 2017, com dados já observados há alguns anos, mostram que o leitor está cada vez mais consciente e fortemente criando elos a quem dedica tempo, força, estratégia em se relacionar de maneira customizada com ele através do seu conteúdo. Pois a paciência do consumidor para erros de marketing de conteúdo já chegou ao seu fim.

Ignorando o seu público

Você não se apresentaria a uma importante reunião de negócios com suor e chinelos... a menos que você queira que ela acabasse mal. Você sabe que precisa vestir-se adequadamente para o seu público-alvo. Então, por que você tenta empurrar conteúdo que não se encaixa com o seu leitor? Adaptar o conteúdo ao público-alvo é um dos aspectos mais importantes - e muitas vezes subestimado - pelo seu marketing de conteúdo.

Primeiro, crie uma persona de seu ideal demográfico. Qual é a idade, sexo, renda, localização da pessoa? O que essa pessoa precisa da sua empresa? Faça sua personalidade tão detalhada e realista quanto possível. Dê-lhe um nome, um emprego, hobbies, uma família. Em seguida, embarca sua estratégia de marketing de conteúdo em torno desta persona - não para uma audiência maciça.

Adaptar a sua estratégia em torno de apenas uma pessoa ajuda a manter sua mensagem clara, concisa e verdadeira ao ponto necessário de cativar o seu leitor. Em vez de tentar agradar a todos (o que é impossível), tenta agradar essa persona feita.

Prestar atenção no seu público é um primeiro grande passo no marketing de conteúdo. Somente um conhecimento aprofundado de quem você é e como você está no mercado poderá ajudá-lo a escolher os canais corretos, plataformas e linguagem. Conteúdo escrito sem uma audiência torna-se apenas mais um conteúdo sem público, sem visitas e sem resultados. Empresas B2B e B2C precisam muito se concentrar atentamente no seu público antes de se envolver em qualquer estratégia de marketing de conteúdo.

Você pode pensar que investir em conteúdo barato é a melhor maneira de obter o máximo do seu dinheiro investido, mas você está muito enganado. Os consumidores de hoje não querem conteúdo em estoque, eles querem originalidade, individualidade e autenticidade. Algoritmos do Google provam isso a todo instante - os motores de busca recompensam sites que têm conteúdo original, valioso, autêntico e autoritário. Excelente conteúdo pode demorar mais esforço, mas vale bem a pena com os retornos no motor de pesquisa com rankings e reconhecimento de marca.

Criar conteúdo exclusivo leva tempo, pesquisa, paciência e habilidade, mas nem todo mundo pode criar conteúdo envolvente o tempo todo, tome cuidado com isto, defina bem o profissional apto a fazer este diferencial. Pois s consumidoresestão esclarecidos sobre as empresas que tentam economizar no conteúdo. Conteúdo genérico, chato é uma das maneiras mais rápidas de perder a tração e atração no seu negócio.

Tratar o Marketing de Conteúdo como um resgate de identidade
Com a miríade do funcionamento de um negócio, não é surpreendente que o marketing de conteúdo às vezes caia no caminho errado. No entanto, deixá-lo tornar-se uma reflexão tardia e tentar resolver isto depois, pode levá-los à campanhas ineficazes e com recursos desperdiçados. O marketing de conteúdo deve ser um pilar da sua estratégia de negócios desde o início.

O marketing de conteúdo tem um poder incrível para aumentar a notoriedade da marca, o tráfego do site e as vendas. Quando posicionadas corretamente, as suas campanhas de conteúdo podem fazer maravilhas e mais ainda fazer sucesso que você tanto almeja.

Fonte: Portal Administradores