Lui / Conceito Criativo

Por Pablo de Paula

Existem milhões de seres humanos nessa terra e todos possuem uma coisa em comum, a saber: a diferenciação de ideias. Sim, é absolutamente impossível existir alguém que tenha um pensamento totalmente igual ao do seu semelhante, de sorte que é uma caraterística do homem divergir e enxergar as mesmas esferas de maneiras variadas e de formas antagônicas aos dos seus pares. Assim, em qualquer relacionamento, é natural que haja conflitos e dissensões, pois cada pessoa defenderá seu ponto de vista e transformará essa interação em um debate onde cada um protegerá suas próprias convicções e princípios, fazendo com que tal conexão seja sempre passível de oposições e incontáveis discordâncias.

O que precisamos compreender e aceitar é que essa questão não é maléfica para a humanidade, pelo contrário, é uma grande e poderosa motivação, porquanto viver em um mundo onde todas as coisas fossem iguaizinhas seria como passar a vida inteira pintando quadros de uma só cor, não aproveitando a multiplicidade de tons e aspectos existentes em nossa magnificente dimensão. Em outras palavras, tente imaginar um lugar onde todas as pessoas gostassem apenas das mesmas coisas, não havendo espaço para objetos diferentes, e procure refletir sobre o quão opaco se tornaria esse ambiente: totalmente sem criatividade e completamente alienante por ceifar a liberdade natural das pessoas, fazendo com que tais criaturas se comportassem ridiculamente como meros robôs programados e não como seres inovadores e originais (como nasceram para ser).

Então, precisamos aprender a separar as pessoas do problema, gerando relacionamentos saudáveis para que todos possam manifestar suas opiniões sem que haja tumulto e pelejas por parte das discrepâncias e desarmonias existentes. Isso nos entregará bases vigorosas para otimizarmos nossa capacidade inovadora e também para descortinarmos nossa tendência original de adentrar os cenários desconhecidos.

A insensatez humana e sua completa incivilidade

Mentes apequenadas vivem disputando espaços, existem apenas para vencer e não admitem nunca serem contrariadas. Diferente das mentes grandiosas, que vivem abrindo portas, existem apenas para servir e não admitem nunca estarem conclusivamente convencidas. Usando outra forma de explicar, o que quero defender é que um intolerante nada mais é do que alguém que nada tendo a acrescentar, simplesmente resolve voltar suas forças para trancar a boca daqueles que amam a sabedoria e a evolução da consciência humana.

Desta forma, quem é sincero e inteligente em nossa sociedade é recorrentemente chamado de soberbo, arrogante e prepotente, como se tal criatura fosse obrigada a concordar com todos e a não questionar os conceitos pré-estabelecidos. Logo, o Brasil é uma máquina de moer talentos e todos que ousam desafiar as bases já alicerçadas são imediatamente contra-atacados por aqueles que vivem da ignorância alheia e da alienação de seus pares.

É tão simples respeitar as diferenças e conviver harmonicamente com elas, todavia parece que as pessoas levam tudo para o lado pessoal. O grande tropeço é que isso estagna a aprendizagem terrena, pois é somente através de pensamentos contrários que produzimos sabedoria. Certamente, quando nos envolvemos em um lençol sistemático e metódico passamos a ser influenciados por tradicionalismos que não servem para absolutamente nada e nos transformamos em criaturas pouco instruídas por não incitarmos nossa mente para a geração de um entendimento verdadeiramente rijo.

Olhe para essa curiosidade especialmente na sua comunidade: repare como alguns indivíduos não conseguem conversar sobre futebol sem atacar os torcedores dos times adversários, perceba como algumas pessoas não conseguem dialogar sobre religião sem hostilizar os participantes de denominações antagônicas, infira ainda que algumas dessas criaturas não conseguem comentar sobre politica sem deixar de ofender os integrantes de partidos opostos, ou seja, elas esquecem de usar seus neurônios para pelejarem tão somente contra os argumentos e raciocínios firmados, atacando diretamente seus semelhantes e criando um verdadeiro inferno por serem insensatamente perfeitas.

Portanto, uma guerra é criada e ampliada simplesmente porque alguns cidadãos querem que os outros sejam exatamente como eles são, isto é, que possuam os mesmos princípios, crenças e valores. Em outros termos, o egoísmo é o pilar máximo regente e tudo que gravite fora dessa instância é automaticamente abolido e retaliado por esses soldados covardes e centralizadores.

Como funciona nas empresas?

Muitos estultos ficam esperando uma oportunidade para atacar a âncora de seus companheiros de trabalho, buscando supervalorizar seus erros e tentando afetar suas qualidades profissionais, objetivando desqualifica-los através da astúcia manipuladora de incitar a liderança a visualizar apenas os desacertos e as tacadas equivocadas de tais sujeitos. Assim, esses néscios existem meramente para encontrar culpados isolados ao invés de soluções conjuntas, julgamentos desenfreados ao invés de conselhos cordiais e críticas veementes ao invés de sugestões prudentes.

E eles não sabem falar baixo, vivem gritando pelos corredores, como galinhas cacarejantes e não raramente distribuem suas assopradas se preocupando apenas com coisas totalmente desnecessárias, como por exemplo, a vida alheia, onde fofocam sobre aqueles que estão distantes, procurando falar exaustivamente sobre seus pontos fracos e possíveis “presepadas”, ou apontando o dedo implacavelmente para alguém, tentando humilhá-lo por conta de seu modo de se comportar e de conviver em sociedade (como se amassem crescer em cima dos outros), em síntese, esses palermas discutem apenas adubos e objetos estúpidos, se esquecendo das esferas puramente excelentes.

Como podemos notar, esses perseguidores expostos nos parágrafos acima apenas andam em círculos e não conquistam nada, porque não aprenderam a influenciar pessoas positivamente e existem apenas para manipular e se aproveitar de algumas brechas que a vida lhes traz. Destarte, terão passagem curta por onde passarem.

Pessoas realmente versadas sabem que o ideal em qualquer ambiente social é nunca partir para o confronto, pois ninguém confiará e respeitará aquele que procurar apenas por um duelo. Na verdade, as pessoas precisam de quem as ouça e, principalmente, de quem as valorize em suas variadas opiniões, sejam elas inteligentes, ou não. Sem dúvidas, quando esse receptor perceber que a outra parte é respeitosa e confiável ele naturalmente irá se abrir, porque buscará devolver um pouco dessa enorme dedicação que recebeu. Em outros termos, ele sentirá uma necessidade peculiar de permitir que esse conselheiro lhe faça ponderações e até críticas pra que ele possa crescer e se desenvolver mediante tais alegorias.

Por isso é que sempre costumo dizer: sem amor ninguém avança, tendo em conta que devemos suportar muitas adversidades para que os nossos semelhantes possam nos enxergar como seres de credibilidade e absoluta vontade de satisfazê-los. Daí a importância ínfima do perdão, da caridade e da generosidade em nossas ações para que saibamos rumar além do intelecto e das coisas banais, objetivando gerar múltiplas formas de transformar o ambiente e fazer com que a vida dessas pessoas seja mais prazerosa e agradável.

Logicamente, como em toda interação humana sempre existirão pedras e espinhos pelo caminho, mas quem calçou os sapatos da esperança destronará tais obstáculos e caminhará passivamente em direção ao seu glorioso e jubiloso destino. Será como um excelso guerreiro medieval que voltou do campo de batalha sangrando, mancando e coberto de lama por todo o corpo, mas com um coração intacto e uma aura poderosamente divina por ter colocado a coragem na ponta de sua espada e a persistência na fronte de seu elmo.

Concluindo, digo que precisamos de mais união em nossos relacionamentos para que consigamos fazer deste lugar, um terreno mais forte e harmônico, objetivando gerar um laço fraternal que transformará nosso chão em um espaço mais regozijante e reconfortante para todos os seres aqui viventes.

Fonte: Portal Administradores