Lui / Conceito Criativo

É um desafio limitar as tendências de tipografia dentre todas as ricas produções de fontes, novas tecnologias e necessidades dos consumidores. Conseguimos reduzir para 6 as nossas preferências, então aproveite para se divertir.

#1 – ESCRITAS DELICADAS

Diferente das muitas fontes do tipo manuscritas que inundaram o mercado, imitando especialmente imperfeições, uma nova família delas cresce. Esperamos que novas surjam cada vez mais bonitas, delicadas e com conexões cada vez mais malucas.

#2 – AGARRE NOVAS SLABS

Com serifas retangulares e estruturas robustas, a velha família tipográfica que nunca sai de moda está se modernizando e podemos observar novos e bons lançamentos por aí. Prova disso é um recente Monotype: Din Next Slab. Formas audaciosas, serifas arredondadas e afiadas com contrastes geométricos e elegantes, é definitivamente uma bela era da fonte “SLAB”. <3

#3 – LINDAS IMPERFEIÇÕES

2014 foi um ano estiloso e podemos aproveitar para usar as mesmas fontes em 2015 novamente. Mantendo vivo o papel granulado ou o amor para os efeitos vintages, essas fontes certamente vão manter o sucesso pelos próximos meses.

Trends_scripts3.png

#4 – TIPO-GRÁFICOS

Ilusões de ótica, volumes, multi-camadas, vibrações gráficas…. Várias soluções para confundir os olhos e criar letras e logotipos facilmente e com originalidade. Essa nova geração de fontes vai trazer muitas surpresas para 2015 pressionando ainda mais os limites gráficos e tipográficos.

#5 – PROCURANDO PELA NOVA GOTHAM

Deve-se dizer que a Gotham é perfeita, mas talvez a gente deve parar de usá-la tanto em 2015. Porém, mais e mais lindas e modernas fontes Sans Serifs têm aparecido e se tornado candidatas para serem Best Sellers em 2015.

#6 – DE VOLTA AOS CLÁSSICOS

No meio dessa proliferação de fontes as vezes esquecemos alguns clássicos, para contrastar com as chamadas.

E nada melhor do que olhar as velhas tipografias para se inspirar. Garamond, Caslon, Baskerville, Fournier, Bodoni, Gill, Futura… são muitas das referências para se (re)descobrir e fazer seus textos.

Por Valentine